Portal de Notícias

Câmara Municipal de União da Vitória

Home / Notícias / Jarentchuk pede recursos federais para novo cemitério em São Cristóvão

Jarentchuk pede recursos federais para novo cemitério em São Cristóvão

Da Assessoria – O presidente da Câmara de Vereadores de União da Vitória, Gilmar Jarentchuk recorreu ao deputado federal Assis do Couto para destinação de verbas para um novo cemitério em União da vitória. A situação do atual cemitério chegou ao limite do sustentável. Não se pode enterrar mais ninguém no local.

O assunto não é novidade na Câmara de Vereadores de União da Vitória. Jarentchuk (PT) disse que é muito difícil a construção de um novo cemitério. O legislador comentou que também já solicitou novas áreas para cemitério, contudo salientou que para o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), o problema está na contaminação do solo. Já o vereador Ziliotto Daldin (PSD) classificou a situação como vergonhosa. “Para enterrar uma pessoa, é preciso solicitar doações de quem tem uma gaveta, terreno não existe mais”, disse. Segundo o vereador Altamir Moreira de Castilho (PDT), que levantou a questão recentemente na Câmara de Vereadores, até os corredores já foram usados para sepultamentos.

 

Ajuda federal

 

A mais recente investida para um novo Cemitério Municipal é um ofício de gabinete com documentação fotográfica completa, de autoria do vereador Gilmar Jarentchuk, que foi encaminhada para o deputado federal Assis do Couto (PT). No documento, Jarentchuk pede urgência para liberação de uma nova área, conforme a Resolução do Conama. O prefeito de União da Vitória, Pedro Ivo Ilkiv, vai reforçar o pedido do legislador, fazendo o pedido pelo Poder Executivo. A idéia é usar a força do governo para a criação de um novo Campo Santo em anexo ao já existente.

Há vários anos o município tenta definir uma área para um novo cemitério, mas esbarra nas negativas do Instituto Ambiental do Paraná (IAP). A razão é simples. A contaminação do solo por três substâncias nocivas ao meio ambiente: “Necrochorume”, “Cadaverina” e “Putrescina”. O Necrochorume é o líquido que escorre dos corpos mortos em decomposição nos cemitérios. A substância é um líquido viscoso, escuro, de odor forte e desagradável, tornando-se um problema sério por causa do enorme potencial de contaminação do solo e da água. Apresenta alto grau de patogenicidade devido à presença de bactérias, vírus e outros agentes causadores de doenças, possuindo substâncias orgânicas tóxicas (Putrescina e Cadaverina), que pode, muitas vezes, ser o causador de doenças infecto contagiosas.

Jair Nunes – Assessoria de Comunicação e Cerimonial.

Veja Também

APROVADO EM SESSÃO EXTRAORDINÁRIA

Na manhã desta terça-feira, 14 de dezembro /2023, aconteceu a 11ª Sessão Extraordinária. Durante a …