Portal de Notícias

Câmara Municipal de União da Vitória

Home / Notícias / Legislativo autoriza PSS em União da Vitória

Legislativo autoriza PSS em União da Vitória

Votação em caráter de urgência foi votada em turno único pelos vereadores

Por Jair Piloto Nunes – Os olhos e ouvidos da Prefeitura de União da Vitória estavam voltados para os vereadores. A expectativa era a votação do Projeto de Lei Ordinária (PLO) nº 1/2015, que autoriza o Poder Executivo a realizar um Processo Simplificado de Seleção (PSS). Como a matéria estava tramitando em caráter de urgência, o presidente da casa, vereador Ziliotto Daldin colocou em votação os pareceres das Comissões Permanentes de Constituição, justiça e Redação Final, Finanças, Orçamento e Patrimônio e comissão de Obras, Serviços Públicos, Meio Ambiente, Agricultura e Pecuária, Indústria  Comércio e turismo e Turismo. Depois de aprovados os pareceres o PLO foi para a votação em plenário e foi aprovado por unanimidade.

 

O Concurso e o PSS

           

            O prefeito foi obrigado a pensar no PSS, em consequência das incertezas em torno do concurso público para contratação de funcionários para atender a demanda da administração pública. O concurso havia sido suspenso no final do ano passado, por recomendação do Ministério Público. Uma funcionária tentou fazer a gentileza de lembrar aos candidatos o  horário do início das provas com um bilhetinho entregue junto com uma cópia do edital.

Como os atrasados de plantão alegaram confusão por causa do tal bilhete que não se referia ao horário de fechamento dos portões, o Ministério publico optou por recomendar a reaplicação das provas. “O concurso foi cancelado porque houve confusão no horário em que os portões seriam fechados, apesar de estar bem claro no edital. Muitos dos participantes nem se deram o trabalho de ler o edital. Como uma funcionária anexou um bilhete com o horário do concurso, sem deixar claro o horário de fechamento dos portões, tivemos que refazer as provas”, confirmou Ilkiv.

O poder Executivo fará o PSS em consequência das incertezas em torno do concurso público para contratação de funcionários para objetivando a demanda da administração pública. O concurso havia sido suspenso no final do ano passado, por recomendação do Ministério Público. Na ocasião funcionária do município anexou um bilhetinho junto com uma cópia do edital. O ato derrubou o concurso.

Agora novas ações ameaçam o concurso de novo. Desta vez são os candidatos que fizeram a prova na primeira vez, passaram, tiveram de refazer as provas e foram reprovados. Eles alegam  que foram prejudicados. Outros candidatos nem refizeram a prova certos de que estavam garantidos pela primeira aprovação. Com tudo isso, o prefeito resolveu por fazer um PSS para contratação imediata de 40 serventes para limpeza e conservação das ruas de União da Vitória e cinco operadores de máquinas. O concurso previa vagas operador de máquinas (07), porteiro (02), serventes (100), zelador (05), cuidador (08) , além de um maestro e um professor de música. Enquanto não se decide o futuro do concurso o PSS vai contratar 40 serventes e cinco operadores de máquinas.

Jair Nunes – Assessoria de Comunicação e Cerimonial.

Veja Também

APROVADO EM SESSÃO EXTRAORDINÁRIA

Na manhã desta terça-feira, 14 de dezembro /2023, aconteceu a 11ª Sessão Extraordinária. Durante a …