Home / Notícias / Legislativo prepara homenagem para professores

Legislativo prepara homenagem para professores

Como faz todos os anos, o Legislativo de União da Vitória prepara uma homenagem especial para os professores, cuja data é lembrada oficialmente em 15 de outubro.

Na semana que vem, no dia 14, a sessão ordinária se molda para lembrar o profissional que forma todos os demais. Representam a categoria no evento, os professores Pedro Lumikoski, professor com maior tempo na carreira no quadro municipal, e Terezinha Marques, a mais jovem neste cenário.

Quer saber um pouco mais sobre eles? Apanhe sua xícara de café e leia aqui.

Não foi amor à primeira visita. Mas foi amor

Pedro Lumikoski ainda é jovem, mas acumula experiência. São 29 anos e meio de magistério, dos quais 25 foram dedicados na função como diretor. Sob sua batuta, a charmosa escola Vicente Codagnone, no bairro Bela Vista, mantém uma estrutura pequena, porém, funcional. Ao todo, a instituição tem apenas 30 alunos (neste ano, as turmas do primeiro e do segundo ano não foram fechadas). A escola foi sempre a segunda casa de Pedro. Começou ali, quando o prédio era de madeira. E deve se aposentar ali também, agora numa casa maior, de alvenaria.

O professor, natural de Porto União, começou por acaso na carreira.

“Fui seminarista em Mallet, fiquei sete anos. Nessa época tinha o magistério de tarde e eu fiz. Era a única opção. Passou isso, sai do seminário, voltei para a cidade. Passei em concurso em 1990 e escolhi essa escola”, conta. Aos poucos, a paixão pelo magistério foi nascendo. Nasceu, cresceu e conquistou o coração do agora, professor Pedro. “A primeira semana foi mais pesada, mais difícil, mas deu tudo certo”, sorri.

Desde 1994, Pedro assumiu a direção da Vicente Codagnoe. “Gosto do contato com os alunos mas também da parte administrativa”, explica. Sobre a honraria que recebeu da Câmara, por ser o professor com mais tempo na carreira no município, o sentimento é o de gratidão. “Por todos que passaram por aqui. É uma realização da carreira. Claro, não foram apenas coisas boas, mas houve avanços, conquistas, com todos”.

Além da escola, Pedro também responde pelo Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei), Ilta Lúcia Rodrigues, que fica no mesmo prédio.

Há um mês na sala de aula

Aos 32 anos, a mãe de gêmeos, Terezinha Marques, decidiu ver as crianças ficaram um pouco maiores para assumir a sala de aula. Cuidou deles e da casa para, finalmente em setembro de 2019, se integrar às equipes das escolas Miguelina Treuka e Melvin Jones. Natural de União da Vitória, a professora – a mais jovem na profissão no município – mora no interior, em Rio Vermelho.

“Me formei em 2013 e desde então deixei de lado a profissão. Engravidei de gêmeos e fiquei com os meus filhos. Mas eu sempre tive essa vontade e hoje estou aqui”, sorri. Nas instituições, leciona Geografia e História, na hora-atividade.

Recém chegada, comemora e vai se adaptando. “É algo novo. Você precisa se adaptar à rotina e ao comportamento das crianças. Você vai pegando e cai no ritmo, algo natural. Pra mim está sendo muito bom”, conta. Da experiência que vem ganhando e da homenagem proposta pela Câmara, Terezinha tem orgulho. Usa a palavra gratidão em suas frases e lembra que “tudo começa com o professor”.

 

SERVIÇO

O quê

Homenagem aos professores

Quando

Na sessão de segunda-feira, 14

Horário

A partir das 19 horas

Quem

Evento aberto à comunidade

Local

Na Câmara de Vereadores de União da Vitória

Fotos: Mariana Honesko

 

Veja Também

Critérios para vagas nos Centros de Educação Infantil começam a valer hoje, 7

Prioridade na fila de espera para vagas nos Centros Municipais de Educação Infantil é o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *