Home / Notícias / Lei de Pesquisa Científica, Tecnologia e Inovação é assinada
Em julho, consultores do Sebrae usaram a tribuna de maneira remota

Lei de Pesquisa Científica, Tecnologia e Inovação é assinada

O prefeito de União da Vitória, Santin Roveda, assinou no fim de agosto a Lei que torna válido o Projeto de Lei 28/202. O documento, que tramitou na Câmara de Vereadores, cria “o Programa Municipal de Apoio e Incentivo à Pesquisa Cientifica e Tecnológica e à Inovação no Ambiente Produtivo em União da Vitória”. O texto já foi publicado no Diário Oficial.

A assinatura contou com as presenças no gabinete do prefeito do presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Artibano Nhoatto, da empresára Maria Salette Rodrigues de Melo, da Associações Comerciais e Empresariais do Centrosul (Casesul) e de Wilson Luis Petisco, consultor do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

“Eu acredito que União da Vitória, com a Lei de Inovação. Ela dá passos importantes no desenvolvimento do eco sistema de inovação da cidade. Uma lei dá condições com ambiente legal e favorável em empreendedorismo inovador. E também ao Parque Tecnológico e uma incubadora para nos termos novas idéias”, enfatizou o gerente Regional do Sebrae, César Giovani Gonçalves, que também participou da reunião de maneira virtual.

No Legislativo

Ainda em julho, além do gerente Regional do Sebrae e do consultor local da entidade, usaram a tribuna da Câmara de maneira remota, Elizandro Ferreira, consultor de Negócios também na cidade de Pato Branco. Eles falaram justamente sobre o Programa.

Conforme a equipe do Sebrae, o projeto do Executivo, agora transformado em Lei, é a base para que todas as ações de fomento ao crescimento e nascimento de novas empresas possam acontecer. A Lei, aprovada, é um dos primeiros passos para a formalização de algo maior. A ideia é abrir um espaço para que iniciativas sejam instaladas ali, gratuitamente, recebendo toda a orientação das equipes do Sebrae.

No ano passado, União da Vitória conseguiu uma prévia no credenciamento ao Sistema Estadual de Parques Tecnológicos do Paraná (Separtec), um programa que cria ecossistemas mais unificados e sofisticados para empresas, incubadoras e instituições de pesquisa compartilharem conhecimento, equipamentos e recursos. Ele é presidido pelo governador Carlos Massa Ratinho Júnior e conta com a participação de secretarias de Estado, universidades, entidades representativas de classe e institutos de pesquisas.

 

Veja Também

PLO que considera Visão Monocular deficiência é aprovado em 2°. turno

Imagine um mundo visto apenas parcialmente. É mais ou menos assim que quem tem visão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *