Home / Notícias / Nova ligação entre os dois municípios não desperta interesse de Porto União

Nova ligação entre os dois municípios não desperta interesse de Porto União

Vereador Ricardo Sass cobra posicionamento de Porto UniãoIMG_3736

 

 

 

Por Jair Piloto Nunes – A preocupação com o gargalo na ligação entre União da Vitória e Porto União, levou a Câmara de Vereadores a cobrar em plenário, uma posição do prefeito Anizio de Souza e dos vereadores. A questão foi levantada durante o uso da palavra livre pelo vereador Ricardo Sass (PSC-PR). De acordo com o vereador o requerimento 30/2016, em que os vereadores solicitam uma parceria com a administração de Porto União, no sentido de declarar de utilidade pública para posterior desapropriação, endereçado ao Poder Executivo da cidade catarinense, não teve o efeito esperado.

 

O requerimento com uma série de justificativas, propõe ao prefeito Pedro Ivo Ilkiv (PT-PR), para que entre em contato com o Prefeito Municipal de Porto União Senhor Anísio de Souza (PT-SC), para que juntos possam determinar suas equipes de planejamento viabilizar projeto visando a construção de uma ou mais vias de acesso interligando os dois municípios.

 

Segundo o requerimento é preciso considerar que atualmente existem apenas duas passagens interligando as cidades de União da Vitória e Porto União num trecho de mais de 1.000 metros, sendo elas na Rua Professora Amazília e a outra na Rua José Júlio Cleto da Silva confluência com a Rua Balduinio Bohrer. Segundo os vereadores de União da Vitória, há dificuldades encontradas no trânsito de ambas as cidades, principalmente para se transpor de uma cidade para outra, pois atualmente na região central e região sul nos deparamos com poucas possibilidades de acessos, os quais diariamente estão estrangulados.

 

Ricardo Sass, disse, acompanhado de outros pronunciamentos e “apartes” de outros vereadores, é preciso um urgente comprometimento de ambos os Prefeitos para se buscar novas interligações entre os municípios, antes que sejam tomados por construções os poucos terrenos ainda existentes. A reclamação do vereador é que nenhum resposta foi enviada para a Câmara. Sass lembrou que uma cópia do requerimento aprovado no dia 04 de maio, foi enviado aos vereadores de Porto União, para posicionamento sobre a questão. Da mesma forma, o legislativo paranaense ficou sem resposta. “Existem terrenos sem a devida construção no lado Catarinense ás margens da linha férrea que poderia facilitar a criação de mais acessos”, alertou Sass. Mas se nenhum providência for tomada, depois que os terrenos forem utilizados, ficará mais difícil a vida de ligação entre os dois municípios.

 

Vereador responde

 

O vereador de Porto União, Christian Martins (PMDB) disse que vai agendar um encontro com o prefeito Anizio para tratar do assunto, mas disse que essa é uma decisão que tem de partir do Poder Executivo. “Acredito que os vereadores estejam sensíveis a demanda vinda do parlamento de União da Vitória. É preciso aprofundar a discussão com certa urgência”, defende o vereador.

 

 Prefeito diz que desconhece o assunto

 

A reportagem de O Comércio obteve a informação da Chefe de Gabinete da prefeitura de porto União, Veridiane Sander, que disse que nenhum contato foi feito entre os dois prefeitos sobre o assunto. Falando em nome do administrador de Porto União Sander garantiu que não chegou nenhum documento ou mesmo foi agendada qualquer reunião sobre o assunto. No entanto disse que Anizio de Souza está aberto ao diálogo para encontrar uma solução para o gargalo com a escassez de vias de ligação entre as duas cidades naquela região.

Veja Também

Ricardo Adriano Sass – Audiência Pública – (12/09/2019)