Home / Sessão / Parteiras são lembradas pelos vereadores

Parteiras são lembradas pelos vereadores

A sessão de segunda-feira, 11, do Legislativo de União da Vitória teve a saúde como destaque da pauta. Mas, uma pausa na Covid-19. Dessa vez, foram as homenagens para duas categorias dessa área tão importante, o ponto alto da reunião ordinária.

O nascimento, tema pontuado também nos versos 2 e 3 do Salmo escolhido para abrir a reunião, foi apontado na Moção número 9/2020, assinada pelo vereador Jair Brugnago e acolhido por todos os parlamentares. No texto, o vereador sugeriu um Voto de Aplausos para Zulmira dos Santos Woldam, pela passagem do Dia Internacional da Parteira, data lembrada no dia 5. Conforme Brugnago, nomear a Moção é fazer também homenagem a todas as mulheres que ainda hoje, embora em menor quantidade, ajudam ou executam sozinhas, o nascimento de novas vidas.

“Há alguns anos, o trabalho delas era ainda maior, especialmente no interior. Claro, com o avanço da medicina, se nasce mais em hospitais mas em alguns momentos, elas ainda são muito importantes”, disse o vereador.

“É uma valorização do trabalho delas, sempre, para que todos tivéssemos condições de vida. Eu inclusive, nasci pelas mãos de parteira no interior de São Miguel da Serra”.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) estimam que em todo o País exista 60 mil parteiras, que realizam cerca de 450 mil partos por ano. Ainda que a atividade já não seja mais tão comum, no meio rural ainda é: estimativas mostram que as parteiras são responsáveis por ate 20% dos nascimentos no campo. Sobre Zulmira, a Justificativa da Moção contou um pouco mais. “Aos 78 anos, Zulmira teve oito filos e 23 netos, sendo que realizou o parto de dez desses”, diz parte da redação.

“Tia Zu”, como é popularmente conhecida, mora em São Cristóvão, mas é natural de Fluviópolis, São Mateus do Sul (PR). Ela aprendeu o oficio após ficar internada num ospitl administrado por freiras; com elas, aprendeu muito. Aos 23 anos, fez seu primeiro parto sozinha. Atuou em vários hospitais nas cidades onde morou e no Vale do Iguaçu, fez carreira no já extinto Nazaré Fara e no Hospital São Braz. Zulmira é uma das personagens do livro ‘As parteiras e seu oficio de aparar bebês’, que trata justamente deste tema, assinado pela acadêmica da Alvi, Leni Trentin Gaspari (a obra já está pronta mas teve o lançamento cancelada por conta da Covid).

A vereadora Alandra Roveda foi autora de outra Moção, a de número 10/2020, que no Voto de Aplauso, parabeniza os profissionais de enfermagem, pela passagem dos Dias da Enfermagem e do Técnico e Auxiliar de Enfermagem, ambos lembrados neste mês. “Num momento tão difícil como o atual, esses profissionais são os que estão na linha de frente. Agem de forma altruísta em defesa do outro. A todos, nosso muito obrigada”, destacou a parlamentar na redação.

Reciclagem

O presidente da Casa, Ricardo Sass, endossou o Requerimento de Jair Brugnago, endereçado ao Executivo. No documento, de número 15/2020, Brugnago pede um levantamento de todos os coletores de material reciclável, “tendo como objetivo a conscientização desses quanto a importância da destinação correta de todo o material coletado, até mesmo aquele que não possui serventia”. “Percebemos que com a Covid, muitas pessoas passaram a ficar mais em casa e a preparar suas refeições ali. Então, o volume de material reciclado aumentou muito. Temos quem faz a reciclagem de maneira correta mas alguns, pegam o que é de maior valor e dispensando de qualquer jeito o restante do material”, falou.

Sessões

Respeitando as orientações da saúde, elas seguem restritas e sem público. Todo o conteúdo pode ser acompanhado ao vivo, no site da Câmara, e também nos demais canais do órgão.

Fotos: CMUVA

Veja Também

Vereadores votam pela manutenção do vale-transporte escolar

Novamente usando máscaras e respeitando o distanciamento, os vereadores de União da Vitória estiveram reunidos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *