Portal de Notícias

Câmara Municipal de União da Vitória

Home / Notícias / Vereador quer rigor na entrega de alimentos em domicílio

Vereador quer rigor na entrega de alimentos em domicílio

Daniel Rocha (PMDB) quer lacre inviolável nas embalagens de alimentos entregues em domicílio

Da Assessoria – Deu entrada na Câmara de Vereadores de União da Vitória, o Projeto de Lei Ordinária nº 04/2014, de autoria do Vereador Daniel Fernando Rocha, que trata da utilização de lacre inviolável nas embalagens de alimentos entregues em domicílio no município de União da Vitória, e dá outras providências. De acordo com o texto do projeto de Lei, os fornecedores ficam obrigados a usar lacres invioláveis nas embalagens de alimentos entregues em domicilio para pronto consumo no âmbito do município de União da Vitória. Segundo Rocha, lacre inviolável é um dispositivo que fica inutilizado se removido.

O lacre inviolável a que se refere o Projeto de Lei deste artigo terá que ser rompido para abertura da embalagem que contém o produto, podendo ser de plástico, alumínio, forma adesiva, selo ou similar.

 

Vereador quer evitar contaminação durante transporte

 

O Vereador justificou o projeto de lei afirmando que a total proteção contra a contaminação deve ser inserida em todas as etapas relacionadas à manipulação de qualquer gênero alimentício. O lacre inviolável proposto no referido projeto de lei, visa impedir a entrega de produtos passíveis de violação por pessoas que não participam do processo de preparação. “Além de tentar evitar a possibilidade de contaminação por violação ou incidentes, o lacre poderá contribuir na manutenção das características como aroma, sabor, temperatura e acondicionamento” justificou.

Não existe estudo de impacto financeiro para quem comercializa os produtos que são objetos do Projeto de Lei. Mas, segundo Rocha, o aumento do custo para cumprimento da presente lei é muito baixo em relação à segurança que poderá proporcionar para as condições ideais de higiene e asseio após o processo de preparação dos alimentos, pois para este processo existem leis especificas da Vigilância Sanitária, e o lacre visa garantir a não violação dos alimentos no último processo, que é o de entrega ao consumidor.

 

Outras medidas anti contaminação

 

No ano passado o Vereador Daniel Rocha também foi o autor da Lei que obriga todos os estabelecimentos que comercializem refeições a utilizarem protetor para utensílios de mesa no âmbito do município de União da Vitória. De acordo com o Vereador, o protetor se constitui, básica e essencialmente, de um elemento de cobertura, confeccionado em material estéril e reciclável adequado a finalidade de proteção que será envolvido individualmente nos utensílios que se destinam a conter os alimentos, e de uso dos consumidores, tais como, pratos e talheres.

Jair Nunes – Assessoria de Comunicação e Cerimonial.

Veja Também

24ª SESSÃO ORDINÁRIA

Nesta segunda-feira o plenário da Casa Legislativa esteve lotado. Assuntos que interferem na educação de …