Portal de Notícias

Câmara Municipal de União da Vitória

Home / Notícias / Vereadores de União da Vitória debatem segurança pública

Vereadores de União da Vitória debatem segurança pública

Criação de Guarda Civil Municipal foi sugerida durante a reunião dos legisladores

Da Assessoria – A onda de assaltos e a execução de um jovem militar no Distrito de São Cristóvão foram o ponto de partida para que os vereadores mais uma vez se pronunciassem sobre a segurança pública no município. Os debates aconteceram na parte final da reunião ordinária da Câmara de vereadores de União da Vitória, segunda-feira, 04.  De acordo com o vice-presidente da mesa diretora, vereador Ziliotto Daldin (PSD), a 2ª CIPM chegou a ter 250 policiais militares e atualmente conta com pouco mais de 130 para atender os nove municípios da Amsulpar.

 

Propostas para reverter quadro negativo

 

Para o vereador Daniel Rocha (PMDB) é preciso levar adiante a proposta da transformação da companhia de Polícia em Batalhão. “Só assim vamos garantir que mais policiais venham servir a região e por consequência nosso município”, sugeriu. Para os legisladores o baixo efetivo da polícia militar proporcionou o aumento nos índices de tráfico de drogas, homicídios e roubos.

O vereador Ziliotto Daldin disse que em conversas com o prefeito Pedro Ivo, ficou acertado que uma comitiva vai visitar a cidade de Irati, onde a Guarda Civil Municipal (GCM) foi implantada, para observar o modelo e se de fato foi proveitosa a criação da GCM. O objetivo, segundo Daldin é desafogar o serviço da PM. “Trânsito, proteção ao patrimônio público e presença nos prédios escolares podem bem ser feitos pela Guarda municipal, defendeu Daldin.

Preocupado com os constantes assaltos cometidos por bandidos motociclistas, o vereador Altamir Moreira de Castilho (PDT) informou que está elaborando um Projeto de Lei, que proíbe motociclistas entrar de capacete em estabelecimentos comerciais e prédios públicos. Segundo o vereador os assaltantes se escondem usando o capacete, dificultando a ação policial de identificar os autores dos frequentes assaltos em farmácias, mercearias e lojas de União da Vitória. O assunto promete render nas próximas reuniões ordinárias em plenário do Poder Legislativo.

Jair Nunes – Assessoria de Comunicação e Cerimonial.

Veja Também

CÂMARA DE VEREADORES REPROVA CONTAS DO EXECUTIVO DE 2019

As Indicações foram de autoria dos Vereadores: Anderson Cripa Luis Cardoso (PROS) para inclusão de …