Portal de Notícias

Câmara Municipal de União da Vitória

Home / Notícias / 14ª SESSÃO ORDINÁRIA – COMBATE AO SUICÍDIO

14ª SESSÃO ORDINÁRIA – COMBATE AO SUICÍDIO

Na noite desta segunda-feira, aconteceu a 14.a Sessão Ordinária, e as indicações ficaram por conta dos Vereadores: André Cristiano Henik (DC) para interligar duas ruas dos fundos do loteamento Horst Waldraff; José Pedro Walck (PSD) para promoção de igualdade de oportunidades respeitando as pessoas com mobilidade reduzida nas eleições; Anderson Cripa Luis Cardoso (PROS) para informações a respéito do Programa Caixa D´Água Boa; Ednilson de Godoy (DC) para pavimentação em via no Bairro Rio da Areia; Alandra Roveda Grando (PL) solicitou a reestruturação do CEMEI Estela Venâncio Caus no Bairro São Gabriel e ações de combate ao suicídio no Município. O Vereador Júlio Adilson Pires Filho (PP) pediu a alteração de um poste na Rua Francisco Fernandes Luis e Cordovan Frederico de Melo Neto (PSB) a implantação de câmeras de monitoramento em locais estratégicos de riscos à segurança.

A Tribuna Popular foi utilizada foi utilizada pelo Secretário Municipal de Saúde, que compareceu na Câmara Municipal de União da Vitória para falar sobre o tema saúde mental. Nas últimas semanas o assunto tem sido tema de assunto e discussão pelos vereadores, o que sempre é lembrado desde o início da presente legislatura. O atual vereador Cordovan Frederico de Melo Neto que foi presidente da Câmara Municipal e secretário de esporte do Município, desenvolveu diversas atividades à população que contribuem com a boa saúde mental. A recomendação específica também consta no Conselho Federal de Medicina e no Ministério da Saúde. No primeiro ano da legislatura do Vereador Valdecir José Ratko como presidente, diversos profissionais foram convidados e compareceram à Tribuna Popular, com o objetivo de abordar o assunto e sugerir ao Executivo providências neste sentido: psícólogos, profissionais da área, diretores e coordenadores de departamentos que envolvem o tema, como a Coordenadora do CAPS, Ambulatório de Saúde Mental e representante de saúde mental no Município, Cláudia Moema Zaions, que esteve na Câmara Muncipal explorando o assunto dia 2 de outubro/ 2023. Vereadores da atual legislatura fizeram diversas proposições neste sentido desde o início do atual mandato, solicitando ações em combate ao crime individual. – Fala-se crime individual justamente para atentar ao assunto como ele deve ser tratado, evitando-se mencionar palavras de impacto, o que é recomendado através da cartilha de recomendação da Associação Brasileira de Psiquiatria dirigida para profissionais da imprensa, o que indiretamente exige dos órgãos responsáveis dentro de seus departamentos pertinentes, uma ação efetiva de conscientização à sociedade, para a tratativa do assunto na questão comportamental, de prevenção. Na 13.a Sessão Ordinária o Presidente Ratko apresentou requerimento solicitando ao Executivo Municipal um Projeto Lei incluindo um protocolo de normas e condutas com diversas ações em variados sentidos para proteger a saúde mental. Em entrevista o secretário municipal pontua o que vem sendo feito neste sentido e responde que confia no trabalho dos profissionais da UPA e na responsabilidade da imprensa em tratar o assunto. Diego Train referiu-se aos números como dentro da média. Já o Major Jorge Augusto Ramos, comandante do Corpo de Bombeiros em União da Vitória em discursos em eventos mencionou a necessidade de atenção ao assunto, observando como números que chamam atenção. O rio Iguaçu aparece como coadjuvante dentro de um tema que envolve história, nostalgia, beleza, mas também tristeza sendo palco ou objeto vivo de passagens da vida de tantos. A Instituição União Pró-Vida é formada somente por voluntários que fazem o atendimento 24 horas, disponibilizando atendimento presencial, por telefone ou whatsapp através de conversas com todos que precisarem conversar, A Instituição também elabora placas de divulgação de seu trabalho com o objetivo de ajudar a salvar vidas, em locais como praças, estradas, pontes e próximo à rios. Representantes da União Pró-Vida também já compareceram à Tribuna Popular por algumas vezes e os vereadores solicitaram ao Executivo naquela oportunidade, e também nesta Sessão Ordinária, placas indicativas a fim de contribuir com a integridade de vulneráveis. O Secretário de Saúde do Município Diego Train deixou o alerta aos familiares sobre a necessidade de atenção e disse que aqueles que precisarem devem procurar a UPA para serem atendidos.

Também fez uso da Tribuna Popular o Segundo-sargento Adriano Frankoski que está há um ano no comando das equipes do Batalhão da Patrulha Escolar em União da Vitória e região. O segundo-sargento fez um breve histórico da Polícia Militar do Paraná e do policiamento escolar desde antes antes da criação da patrulha escolar até os dias atuais. Segundo ele, a segurança sempre foi uma importante vertente da patrulha escolar no sentido de evitar ocorrências nas entradas e saídas, especialmente problemas de atropelamento, e na época era suficiente para garantia da segurança professores e diretores que garantiam a ordem nas instituições de ensino, não necessitando da presença de policiais milirares. A partir de 1990 a violência urbana cresceu e necessitou de cada vez mais segurança, adentrando os muros das escolas e exigindo postura diferenciada e caráter esecializado dentro e aos redores dos estabelecimentos de ensino. O Programa iniciou em Colombo, Piraquara e em 2003 Curitiba e região metroppolitana, através de parceira ntre Polícia Militar, secretarias de educação e toda comunidade escolar, envolvendo o Poder Executivo, Legislativo e Judiciário.A equipe da patrulha escolar desenvolve um maravilhoso trabalho de segurança envolvendo o PROERD, prevenção do uso de drogas e combate a ataques e violência. A euipe recebeu através da proposição do Presidente Valdecir José Ratko uma moção de aplausos pelo trabalho realizado, são 16 anos de história da criação do Batalhão da Patrulha Escolar de União da Vitória.

Os requerimentos ficaram por conta dos Vereadores: Cordovan Frederico de Melo Neto (PSB) para criação do Conselho Municipal de Esportes em União da Vitória e Júlio Adilson Pires Filho (PP) para instalação de redutor de velocidade próximo ao Hospital Regional e suas proximidades. A moção de pesar foi pelo falecimento de Algacir Hugo Koslowski, falecido em 8 de maio.

O Pequeno Expediente foi utilizado pelos Vereadores Alandra Roveda Grando (PL), Anderson Cripa Luis Cardoso (PROS), André Cristiano Henik (DC), Cordovan Frederico de Melo Neto (PSB), Ednilson de Godoy (DC), Emerson Lourenço Litwinski (NOVO), Thays Bieberbach (PT), José Pedro Walck (PSD) e Waldir Luis Cortellini (PSB). Um dos assuntos mais comentados pelos EDIS foi relacionado a situação do lixo, coleta seletiva e responsabilidade da população no descarte em horários apropriados para coleta.

Manoela de Paula e Souza
Assessora de Comunicação e Cerimonial
Câmara Municipal de União da Vitória

 

Veja Também

16ª SESSÃO ORDINÁRIA

As indicações ficaram por conta dos Vereadores: André Cristiano Henik (DC), que solicitou a manutenção …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *