Portal de Notícias

Câmara Municipal de União da Vitória

Home / Notícias / 16ª SESSÃO ORDINÁRIA

16ª SESSÃO ORDINÁRIA

As indicações ficaram por conta dos Vereadores: André Cristiano Henik (DC), que solicitou a manutenção de via no Bairro São Brás, Waldir Luis Cortellini (PSB) para reinstalação de placas de sinalização em vias do Bairro São Joaquim; Anderson Cripa Luis Cardoso (PROS) para melhorias no campo de futebol no bairro Bela Vista e melhor qualidade e variedade no lanche da Escola Municipal Vicente Codagnone. O Vereador José Pedro Walck (PSD) pediu para que seja criado um plano de contingência no período de enchente do Rio Iguaçu e Thays Bieberbach (PT) solicitou pinturas completas de sinalização na Rua Ivaldo Thomazi e Irineu de Araújo.

A Tribuna Popular foi utilizada pelo Comandante do 27.o Batalhão da Polícia Militar, Major Marcio Rogerio Neppel que falou a respeito das expectativas para o comando da PM em União da Vitória. Referindo-se à Câmara Municipal de União da Vitória como uma das 399 Casas Legislativas do Estado que se projeta na região sudeste, apontou a mesma visão e cuidado da PM e Casa Legislativa com a população de União da Vitória. O Major Neppel relatou sua trajetória, lembrou que despertou o desejo em ser policial militar aos 14 anos tendo como referência seu pai, hoje sargento reformado. Completando mais de 3 décadas de serviço público e União da Vitória sendo a 17.a unidade da corporação que trabalha, o Major Neppel garantiu a vasta expêriencia na segurança pública e mencionou a formação como bacharel em segurança pública, educação física e direito, além das pós graduações e mestrados. O Major ressaltou que conta com um efetivo considerável, sendo 116 policiais e a importância do conhecimento e capacitação, lembrando que os oficiais são extremamente qualificados, permitindo maior tranqulidade na gestão do sistema de segurança pública local em todos os segmentos. O Comandante Neppel pontuou o Projeto do Governo do Estado Patrulha Rural Comunitária, que funciona com equipes de União da Vitória, São Matheus do Sul e Mallet. O projeto com excelente aceitação tem a perspectiva de abranger no mesmo campo o CONSEG. As rondas extensivas com aplicação de motocicletas, os policiais da última escola extremamente motivados, exemplos de apreensões na região, o setor de inteligência e parcerias com Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar de SC foram atributos mencionados pelo Major Neppel como constantes no cotidiano do trabalho da PM em União da Vitória, assim como a intensificação de rondas com a ROTAM, contando com as motocicletas em locais onde as viaturas não tem acesso. O Major Neppel finalizou seu discurso salientando que a Polícia vem cumprindo sua missão constitucional e colocou-se à disposição salientando o objetivo em construir pontes de relacionamentos com a missão de praticar o bem onde quer que seja.

O Grande Expediente foi utilizado pelos Vereadores José Pedro Walck e Valdecir José Ratko. O Presidente da Casa Legislativa, Vereador Ratko falou principalmente sobre a questão das cheias do Iguaçu, lembrando a Audiência Pública realizada pela Câmara Municipal em novembro/2023, com o objetivo de apontar um caminho para minimizar os efeitos das cheias do Iguaçu. O Vereador Ratko lembrou que entregou o relatório da referida audiência pública ao líder do governo do Estado do Paraná contendo estudos de projetos feitos pela SEC CORPRERI e estudiosos do assunto ao longo de 40 anos, com mais de 27 possibilidades de projetos. O Presidente da Casa Legislativa fez diversas cobranças entre elas ao Executivo o envio da Lei do Plano Diretor para que a Casa Legislativa possa votar o quanto antes.

Em 1.a discussão foi aprovado em unanimidade o Projeto de Lei 11/2024 que dispõe sobre as diretrizes para elaboração da Lei Orçamentária para o Exercício de 2025 e dá outras providências.

A moção de pesar foi pelo falecimento de Jhonatan Willian Almeida, conhecido como Dione de Almeida do Grupo Fortaleza.

Os Vereadores que utilizaram a palavra no Pequeno Expediente foram: Júlio Adilson Pires Filho (PP) que falou sobre a moção de pesar proposto e levantou as questões de falta de médico legista no IML de União da Vitória e ligação para a Polícia Militar com atendimento direto na Cidade, sem ser enviada primeiramente a Curitiba, o que segundo ele ocasiona maior risco a ocorrência. Ednilson de Godoy (DC), Anderson Cardoso (PROS), Alandra Roveda Grando (PL), Cordovan Frederico de Melo Neto (PSB) e André Cristiano Henik (DC) também usaram a palavra e os assuntos mais comentados foram sobre a necessidade do médico legista em União da Vitória, que segundo o levantamento do Vereador Pires Filho existem quatro médicos que pertencem ao IML, porém o atendimento não é realizado, segundo o vereador. Alandra pontuou ainda a questão da necessidade de câmeras de monitoramento.

Manoela de Paula e Souza
Assessora de Comunicação e Cerimonial
Câmara Municipal de União da Vitória

 

 

Veja Também

15ª SESSÃO ORDINÁRIA

As indicações foram de iniciativa dos vereadores: Ednilson de Godoy (DC), que solicitou a inclusão …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *