Home / Notícias / Com casa cheia, Legislativo tem longa sessão na segunda-feira, 12

Com casa cheia, Legislativo tem longa sessão na segunda-feira, 12

Foi uma noite movimentada, marcada pela apresentação de diversos projetos, pela aprovação de outros, pelo uso da Tribuna e pela recepção da comunidade que, na segunda-feira, 12, participou intensamente da sessão de número 25 do Legislativo de União da Vitória.

No plenário, a única ausência foi a do vereador Valdecir Ratko, que justificou a falta, conforme leitura da pauta. Na platéia, moradores de São Cristóvão, líderes de associações e estudantes dos nonos e oitavos anos do Colégio São Cristóvão. A sessão, por conta da extensão da pauta, só terminou pouco antes das 22 horas, com o fim da reunião extraordinária.

“Mais de 60 alunos presentes aqui, tivemos a grata satisfação de ser prestigiados por estes estudantes. É a juventude acompanhando o trabalho, alem das instituições, dos moradores, o que engrandece nosso trabalho”, comentou o presidente da Casa, Ricardo Sass.

Na reunião ordinária, foram aprovados o projeto que “batiza” o espaço que fica entre as ruas Sete de Setembro (em Porto União) e Carlos Cavalcanti (União da Vitória) de Largo Pintor Amadeu Bona. A aprovação parlamentar, que agora segue para a sanção do prefeito Santin Roveda, foi comemorada pela secretária da Associação de Artistas Plásticos Amadeu Bona, Ivanira Olbertz, presente na sessão.

Ainda, foi aprovada pelos parlamentares, a preposição do vereador Diego dos Santos, primeiro secretário da Casa, para a implantação da campanha Agosto Laranja. A mobilização, conforme o parlamentar, foca na prevenção de deficiências. Sobre o assunto, o parlamentar defendeu que no País, cerca de 24% dos brasileiros tem alguma deficiência – muitas, poderiam ter sido prevenidas.

Moções

Na sessão, os parlamentares aprovaram algumas Moções. Dos vereadores Ricardo Sass, Joarez Leandro de Oliveira e Valdecir Ratko, foi acolhido o Voto de Aplausos para o funcionário da empresa Ecovale, Walmir da Cruz. No dia 5, ele encontrou um bebê, no lixo, no bairro Vice King, em Porto União. Walmir teve a sensibilidade, como destacou a justificação da Moção, “de lidar com aquele momento tão incomum”.

“A Rua Alegria, em uma manhã fria, por um momento pode experimentar o sentimento de tristeza, no entanto, naquela mesma rua, passou um herói, alguém com percepção para perceber um sopro de vida”, continua o texto.

Assinam outro Voto de Aplauso, os parlamentares Joarez Leandro de Oliveira e Valdecir Ratko, pela passagem do Dia do Estudante, data lembrada no dia 11. Como justificativa, os parlamentares apresentaram números. Em União da Vitória, são 24 escolas municipais, outros 13 centros de educação infantil e seis unidades para atendimento da educação de jovens e adultos. “O município dispõe ainda de 16 colégios estaduais, possuindo um total de 7.537 alunos”, lembrou a redação.

A Lei Maria da Penha foi lembrada pela vereadora Alandra Roveda, que propôs um Voto de Aplausos pelo 13° ano de sua criação. A Lei 11.340/2006, que passou a ser chamada Maria da Penha, é uma homenagem à farmacêutica bioquímica Maria da Penha Maia Fernandes, vítima de violência doméstica praticada em 1983 pelo seu então marido. Ela virou símbolo de luta, um ícone.  O País, apesar de tantas leis segue com vítimas. Dados de um levantamento do Datafolha feito em fevereiro deste ano encomendada pela ONG Fórum Brasileiro de Segurança Pública apontam que 1,6 milhão de mulheres foram espancadas ou sofreram tentativas de estrangulamento no Brasil nos últimos 12 meses. Nesse mesmo período, 22 milhões de brasileiras (37,1%) passaram por algum tipo de assédio. Entre os casos de violência, 42% ocorreram no ambiente doméstico.

Os parlamentares aprovaram também o envio de um Voto de Pesar pelo falecimento do empresário, Pedro Henrique Kampmann, o popular ‘Pedrinho da Ótica Brasil’. Ele faleceu no dia 2, aos 73 anos.

 

Extraordinária

Breve, a sessão extraordinária teve como pauta a discussão e aprovação das homenagens para personalidades do esporte que, com a reinauguração do Estádio Antiocho Pereira, serão lembrados na estrutura. Foram aprovados os nomes de Juarez Marcondes, Nico Parise, Dalmir Vargas Estigarribia, Durval de Lima, Alceu Alves e Edgar Ervino Fleith para receber a honraria. Todas essas personalidades sejam na narração dos jogos ou pela paixão ao esporte, foram identificados como merecedores do registro.

 

Na Tribuna

Arceli Fudal, presidente da Associação de Turismo e Meio Ambiente do Vale do Iguaçu (Atema) e Daiane Scolaro, coordenadora do Festival Gastronômico, apresentaram na sessão, um pouco mais sobre a entidade bem como sobre o Festival que neste ano, está na terceira edição. Conforme elas, o turismo gastronômico é um fomento interessante, cada vez mais importante para a região do Vale do Iguaçu. As profissionais apresentaram vídeos, ainda, com os roteiros já em andamento na região.

Turismo foi apresentado pela equipe da Atema

Compartilharam o espaço também, os vereador Jair Brugnago e Emerson de Souza. Brugnago lembrou o Dia do Estudante, elogiando a platéia ocupada pelos alunos do Colégio São Cristóvão, além de abordar o tema desenvolvimento.

O parlamentar falou ainda sobre as próximas obras previstas para a cidade, defendendo a vinda de empresas consolidadas, que dêem seqüência ao cronograma (assista ao material completo em http://cmuva.pr.gov.br/jair-brugnago-25a-sessao-ordinaria/).

Já Emerson de Souza, apresentou material sobre as condições dos conjuntos Horst I e II e Lagoa Dourada, loteamentos com seis anos de fundação e que ficam em São Cristóvão.

O parlamentar abordou questões de infraestrutura e condições gerais dessas comunidades (assista ao material completo em, http://cmuva.pr.gov.br/emerson-de-souza-25a-sessao-ordinaria/)

 

 

Veja Também

Vereadores aprovam contas do ex-prefeito Pedro Ivo Ilkiv

Por conta da matéria específica, a sessão da noite desta segunda-feira, 19, foi mais breve. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *